Mulheres na Engenharia

54-560x346

As mulheres conquistam cada vez mais seu lugar no mundo moderno. Um exemplo claro disso é a engenharia, que deixou de ser um campo de universo masculino para dividir espaço com as qualidades femininas. Turmas que antes formavam com uma ou duas representantes do sexo feminino, hoje são metade compostas por elas. Observar as bibliotecas de faculdades de engenharia cheias de mulheres é motivo de orgulho para toda a sociedade.

enedina-blog-da-engenharia

Enedina Alves Marques

Voltando um pouco na história, em 1917, mesmo ano em que na Rússia o dia 8 de março consagrou-se como o dia da mulher, Edwiges Maria Becker Hom´meil entrava para a história como a primeira engenheira do Brasil formada pela Escola Polythecnica do antigo Distrito Federal (RJ), que hoje seria a Escola Politécnica da UFRJ. Vinte e oito anos depois de Edwiges, em 1945, na UFPR, formava-se a primeira engenheira do estado do Paraná e primeira engenheira negra do Brasil, Enedina Alves Marques, também considerada uma pioneira da engenharia brasileira.

Trazendo a história um pouco mais para perto, na Universidade Federal de Juiz de Fora, em 1933, Marilia D’Alva Fabiano Alves torna-se a primeira mulher engenheira (geógrafa) formada pela Escola de Engenharia de Juiz de Fora e Dulce Palmer é a primeira mulher a se formar pela Escola de Engenharia como engenheira civil e eletrotécnica em 1938.  Essas são apenas algumas mulheres, dentre muitas outras de igual importância, que superaram limites para fazer história na engenharia brasileira.

woman-engineer

Apesar da participação feminina crescer a cada dia, alguns preconceitos precisam ser vencidos. Embora a legislação brasileira, em seu artigo 7º, inciso XXX da Constituição Federal de 1988, proíba a diferença de salários e a discriminação trabalhista relacionada ao sexo, idade, cor ou estado civil, quando se observa os gráficos da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), percebe-se que a média salarial das engenheiras, no Brasil, é 14% menor que a dos homens. Além do desafio da desigualdade, aos poucos as mulheres têm saído dos escritórios e vencido o preconceito da presença delas em canteiros de obras. Afinal, o mundo precisa de mais mulheres de botina e capacete fazendo história.

Reportagem especial mostra a inserção das mulheres na Engenharia Civil

 

Fontes: Blog da EngenhariaUNOCHAPECÓ ; UFJF .

Engenharia Civil

Engenharia Civil é o ramo da engenharia que projeta, gerencia e executa obras como casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, canais e portos. O engenheiro civil projeta, gerencia e acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma. Sua atuação inclui a análise das características do solo, o estudo da insolação e da ventilação do local e a definição dos tipos de fundação. Com base nesses dados, o profissional desenvolve o projeto, especificando as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e definindo o material que será usado. No canteiro de obras, chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais usados na construção. Esse profissional também pode dedicar-se à administração de recursos prediais, gerenciando a infraestrutura e a ocupação de um edifício.  arcos-betao-ponte-whilamut-01

Desta forma, a formação de um engenheiro civil é fortemente ligada às ciências exatas. Contudo, um bom profissional deve conter muitos outros atributos, principalmente habilidades em comunicação e de análise racional dos fatos, além de seguir um código de ética, visto que suas obras influenciam significativamente em todos os segmentos da sociedade. Dada a vasta abrangência, a engenharia civil divide-se em vários campos específicos, desde geotecnia, mapeamento, até transportes, construção, dentre muitas outras. arquitetura-civil

Abordando aspectos do curso de Engenharia Civil, disciplinas como matemática, física, estatística, desenho e lógica são o forte do currículo. Portanto, prepare-se para exercitar suas habilidades em cálculo e desenho. Há atividades em laboratório e matérias das áreas de Administração e Economia que ensinam técnicas e métodos de gerenciamento de projetos e equipes. O curso possui duração média de 5 anos: nos dois primeiros anos os estudantes cursam matérias relacionadas à ciências exatas – cálculo, física, química, geometria analítica, etc; nos três anos finais, cursa disciplinas mais ligadas às áreas de especialização escolhidas: estruturas, construção civil, hidráulica e saneamento, transportes ou geotecnia. Para obter o diploma, o estágio é obrigatório, assim como um trabalho de conclusão de curso.

Com relação ao mercado de trabalho, o ótimo desempenho do setor imobiliário nos últimos anos influenciou na grande procura pelo engenheiro especializado em construções urbanas, residenciais ou corporativas. O crescimento da economia e os programas do governo federal, como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Minha Casa, Minha Vida, alimentam a demanda pelo profissional. A região Sudeste continua sendo o principal mercado para este profissional. aquecimento-edificios-cloud-01

Fonte: GuiaDoEstudante; EngenhariaCivil; Wikipédia;

XVII ENAPET – Educação Tutorial: Novos Rumos, Novas Fronteiras

O PET Civil retorna de um dos melhores eventos PET, em conteúdo, já presenciados pelos bolsistas.

Muita coisa foi vista, e muita coisa foi aprendida. Podemos iniciar o post de hoje com a frase do professor Álvaro Leonardi Ayala Filho, presidente reeleito da CENAPET, durante a cerimônia de abertura do XVII ENAPET:

Vocês que estão aqui hoje vão formar o PET como ele vai ser daqui a 10 anos.

E os petianos de 10 anos atrás, por sua vez, estão de parabéns.

Na palestra de abertura, o representante do MEC, Lucas Ramalho, fez um comparativo entre a qualidade dos cursos que possuem grupos PET, e os que não possuem. No comparativo entre o Índice Geral de Cursos (IGC), indicador da qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino, pode-se observar a vantagem das instituições com grupos PET sobre as demais:

(o valor do IGC varia entre 1 e 5)

Ainda, o representante nos apresentou os valores do Conceito Preliminar de Curso (CPC) de cursos com e sem grupos PET. O Conceito Preliminar de Curso é composto por diferentes variáveis, que traduzem resultados da avaliação de desempenho de estudantes, infraestrutura e instalações, recursos didático-pedagógicos e corpo docente, critérios objetivos de qualidade e excelência dos cursos. Segundo o próprio palestrante, a presença de um grupo PET no curso apenas não afeta o componente de infraestrutura.

Vários resultados foram apresentados, divididos em cursos com PET e sem PET. Com maior ou menor grau de diferença, todos os exemplos de cursos com grupos PET apresentavam CPC superior. Por exemplo, para o curso de Engenharia Civil:

(o valor do CPC também varia entre 1 e 5)

Nos 4 dias de congresso, foram debatidos ainda temas recorrentes aos grupos:

  1. Padronização dos Eventos nacionais e regionais  – com a final desvinculação do ENAPET da SBPC;
  2. Institucionalização do InterPET;
  3. Identidade e Portaria – o casamento forçado dos programas PET e Conexões de Saberes; a troca compulsória de tutores;
  4. Identidade e avaliação;
  5. Gerenciamento;

E ao final da plenária, uma grande vitória: nasceu oficialmente o Dia Nacional de Mobilização dos Grupos PET, com o envio de um curto e-mail (em conjunto por todos os petianos, a fim de legitimar as necessidades apresentadas) elaborado pela CENAPET, para a seção Fale Conosco do MEC e da SESu. A data escolhida foi 23 de setembro, dia da homologação da lei 11.180/05, quando os grupos PET foram tornando inextinguíveis.

A petiana Júlia, do PET Civil UFJF, apresentando a proposta:

E a aprovação:

Nós somos uma entidade tão organizada e estruturada que anualmente apresentamos, já formuladas e discutidas, nossas propostas para a melhoria do programa. Nós sabemos quem somos, a que viemos e para onde vamos. Com toda a força dos quase 800 grupos PET, pretendemos ser ouvidos dia 23 de setembro. Marquem essa data!