Gigante do ar: curiosidades e engenharia por trás do Airbus A380

Há 10 anos atrás, a Airbus lançava em seu primeiro voo comercial o que para ela, seria a grande promessa da empresa líder na área aeroespacial, o Airbus A380, popularmente apelidado de Super Jumbo. Tal denominação faz menção ao Jumbo Jet (Boeing 747),  até então maior aeronave do mundo, da sua rival americana Boeing. As primeiras ideias para um avião deste porte surgiram em 1994, levando aproximadamente 10 anos para sua conclusão.

Trata-se do maior avião comercial de passageiros da história, tendo espaço livre para comportar mais de 800 passageiros na classe econômica. A aeronave tem 72,72 metros de comprimento, 79,75 metros de envergadura, 24,09 metros de altura, com autonomia de voo para 15,4 mil km.

O avião possui peças vindas de todos os continentes, inclusive do Brasil, mas a maioria é produzida na Europa, sede da empresa. A montagem acontece em Toulouse, França.

19093714910042

A fim de reduzir o consumo excessivo de combustível, foram utilizados materiais extremamente leves. Por exemplo, 22% da fuselagem do A380 é composta de fibra de carbono em plástico reforçado com fibra de vidro e fibra de quartzo-plástico. Esses reforços são usados nas asas, seções de fuselagem, superfícies de cauda e portas.

Infelizmente, o Super Jumbo não alcançou as expectativas e acabou encalhando nas suas vendas. Nenhuma empresa Americana, Sul-Americana e Africana teve o interesse de compor sua frota com o A380. A Emirates lidera a lista das empresas com o maior número de A380, com um total de 92, na frente da Singapore com apenas 19 modelos.

Inovando no layout da aeronave, a gigante Emirates instalou um bar e lounge no interior. Já a Korean Air solicitou um free shop na parte traseira de seus modelos. Em alguns aviões da Emirates, a primeira classe pode conter verdadeiras suítes de hotéis, com chuveiros e até mesmo spa. A passagem de São Paulo para Dubai em uma cabine dessas pode chegar a R$56 mil ida e volta.

Dê uma volta nessa deslumbrante aeronave num vídeo comercial da Emirates.

 

 

Fonte: Biblioteca da Engenharia, A história da aviação e Emirates

Anúncios
Postado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s