Construções em SUPERADOBE

Construções alternativas e, principalmente, sustentáveis vêm sendo feitas no mundo todo, ganhando um destaque maior nas últimas décadas. Unir o econômico, o simples e o sustentável, além de poder dar o seu toque em cada detalhe, parece um sonho, mas é algo mais próximo do que se pode imaginar. A construção é feita com terra ensacada (superadobe ou hiperadobe), e pode até ter um aspecto de casa de conto de fadas, mas é um lar comum, que traz a natureza para mais perto.

superadobe1

A mistura é feita com os pés, sobre uma lona grossa. Inicialmente, mistura-se a terra argilosa areia e água (não há uma medida exata, pois depende do tipo de areia e terra encontradas no local, porém é em torno de 70% de areia e 30% de terra), pisando sobre a massa, até ficar homogênea, em seguida adiciona-se capim braquiária (palha ou serragem) e mistura-se mais um pouco, até que a massa fique macia. A mistura não é lamacenta, mas sim, bem molhada. É possível verificar o ponto tomando um punhado com a mão, ela não deve despedaçar ao pressionar e sim manter uma boa liga.

bioconstruindo-028

Para a fundação, abre-se uma trincheira de 60 centímetros de profundidade com cerca de 40 centímetros de largura, onde são dispostos escombros (entulho) e tudo é coberto com plástico grosso para isolar a umidade.

Enche-se os sacos de polipropileno com a mistura de solo. Para o tal existem vários métodos, como uma folha de metal em forma cilíndrica, no qual toda a extensão do saco é colocada, deixando a ponta livre para o preenchimento. Os sacos cheios são empilhados, entre os mesmos coloca-se uma linha de arame farpado para garantir a aderência e para não haver deslizes quando der o pilonamento. Uma vez o saco preenchido, deve-se fechar as pontas e posicionar o saco sobre a camada anterior (já com o arame), fazendo com que esse fique bem posicionado. Em seguida, deve-se proceder uma compactação através do pilonamento. Coloca-se as aberturas (portas e janelas) à medida que os sacos vão completando a estrutura.

O ideal é começar e terminar uma parede no mesmo dia, pois em emendas é possível trincar, porém há como evita-las, se a camada anterior se mantiver úmida para que a seguinte se misture.

Como a parede tem que ser espessa, cerca de 30 centímetros é possível usar madeira para construção de detalhes como estantes, ou fazer nichos com o próprio material. Também dá para esculpir bancos lareiras e aberturas (vários formatos) para luz natural.

mobilier-din-cob

O empilhamento prossegue até alcançar a altura ideal, onde inicia-se o teto. A forma final pode ser reta ou curva, e podem ser usados telhados convencionais (comumente aplica-se uma membrana impermeável para a vedação do teto) ou então faz-se a cobertura com o mesmo material das paredes, em forma de domo.

 

Fonte: Jardim do Mundo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s