O monotrilho suspenso de Wuppertal

Localizado  na cidade  de Wuppertal, Alemanha, o monotrilho suspenso (Schwebebahn, em alemão) foi inaugurado em 1901 e até hoje atua como um sistema de transporte urbano seguro e confiável, que alivia o trânsito nas ruas e proporciona uma excelente vista superior da cidade para os cerca de 85 mil passageiros que o utilizam diariamente.

43178536829125548

Existem dois tipos de monotrilhos: os monotrilhos de suspensão, nos quais os veículos ficam suspensos no ar, presos por cima ao carril (que é o caso de Wuppertal), e os monotrilhos de encaixe, em que os veículos ficam encaixados por baixo no carril.
Monotrilho do aeroporto de Newark (EUA), que possui encaixe inferior

Exemplo de monotrilho com encaixe inferior, no aeroporto de Newark (EUA).

O monotrilho de Wuppertal atravessa 13,3 quilômetros da cidade a uma altura de 12 metros, com uma velocidade máxima de 60 km/h e possibilita que os passageiros embarquem e desembarquem em 20 estações diferentes. O trajeto passa sobre o rio Wupper e também está suspenso sobre algumas ruas da cidade, na forma de “minhocões”, ou seja, passagens elevadas.

Monotrilho passando sobre as ruas da cidade de Wuppertal

Monotrilho passando sobre as ruas da cidade de Wuppertal

Apesar de ter sido construído há mais de 110 anos, sua tecnologia continua sendo fascinante. Sua estrutura de sustentação está sendo amplamente reformada desde 1997, mantendo-se fiel à obra histórica, enquanto as estações estão sendo modernizadas.

Monotrilho sobre o rio Wupper

Monotrilho sobre o rio Wupper

No Brasil, os engenheiros defendem que o monotrilho suspenso é uma das soluções mais econômicas e viáveis para os problemas de trânsito nas cidades. Conforme estudos feitos, o modal tem capacidade semelhante à do metrô, mas com custo de implantação bem mais baixo. A respeito da construção, 1 km de metrô leva em média 1 ano para ser construído, enquanto no mesmo período de tempo podem ser construídos 5 km de monotrilhos. O sistema utiliza energia elétrica, o que o faz ser mais silencioso e não poluidor.

O primeiro monotrilho a operar no Brasil foi o de Poços de Caldas, ferrovia particular que ligava o terminal rodoviário da cidade até o centro da mesma, com 6 km de extensão. Atualmente encontra-se desativado, por causa de um acidente que destruiu parte da linha em 2003. Há planos para sua revitalização.
Poços de Caldas - MG

Poços de Caldas – MG

O Metropolitano de São Paulo foi premiado em 2013 pela União Internacional dos Transportes Públicos, durante a 60ª edição do Congresso Mundial de Mobilidade e Transporte Público, em Genebra, pelo monotrilho da linha 15-Prata.

São Paulo, linha 15- Prata

São Paulo, linha 15- Prata

O espaço urbano das grandes cidades está cada vez mais caro e concorrido. Torna-se necessário pensar em alternativas de transporte que não privilegiem apenas o solo. Dessa forma, os pilares de suspensão ocupam menos espaço do que estações de metrô ou rodovias, por exemplo, se tornando uma solução ecológica, econômica e consciente nos grandes centros urbanos.

Fontes: wuppertal.de, Viagem em Pauta, MobilidadeSampa

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s