Banheiros secos: vasos sanitários que dispensam uso de água

Recentemente, a falta de recursos hídricos passou a ser uma preocupação no Brasil e no mundo. Por isso, alternativas que eliminem ou reduzam o uso de água passaram a ser muito bem vindas. Um exemplo de ideia sustentável é o banheiro seco, que conta com vasos sanitários que não dependem do uso de água. Mas esse não é o único benefício desse tipo de banheiro; uma de suas maiores aplicações é o uso de resíduos sólidos como adubo orgânico.
banheiro seco 4

Há alguns modelos de banheiros secos, com níveis diferentes de complexidade. Um modelo que vem sendo difundido no Brasil é o idealizado pelo Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado (IPEC), em Pirenópolis – GO, que foi batizado como “Húmus Sapiens”.

No sistema Húmus Sapiens, os dejetos são direcionados a uma câmara de compostagem, onde ocorre a mistura dos resíduos com serragem, sendo armazenados até virarem composto. Após essa fase, esse cobanheiro seco 7mposto é levado para o minhocário, local em que vira um adubo orgânico de alta qualidade para uso agrícola: o húmus. Para cada banheiro, há dois vasos sanitários, com suas respectivas câmaras de compostagem, pois, enquanto uma está em operação, outra está armazenando os resíduos em processo de compostagem; assim, cada câmara funciona por um período de 6 meses, alternadamente. Essas câmaras são isoladas e impermeáveis, evitando contaminação.

Para instalação e bom funcionamento do banheiro seco, alguns aspectos importantes podem ser levados em conta. A saber:

  • Deve ser instalado, preferencialmente, em um local com desnível de 1 a 2m, que favorece a construção da rampa com declividade de 45º;
  • A instalação de um mictório, para uso masculino, pode ser interessante no sentido de tratar a água do lavatório juntamente com essa (e a urina) em círculos de bananeiras;
  • Após o uso, cabe aos usuários jogar serragem para evitar mal cheiro;
  • O sistema deve ser vedado corretamente, com colocação de chapas na parte superior das câmaras, portas de inspeção nessas câmaras, além de um duto para saída de gases e ar quente;
  • A pintura das câmaras de preto (absorve mais calor) e posicionamento para o Norte (recebe maior incidência solar no dia) são boas medidas para um  funcionamento mais eficaz.

banheiro seco 3

A construção de um banheiro seco se insere no fechamento de um ciclo natural e exemplifica a famosa Lei de Lavoisier: “Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Transformar os resíduos em adubo para hortas, jardins, além de evitar um alto gasto de água e tratamento de esgoto são medidas totalmente plausíveis nas condições atuais.

banheiro seco 2

Muitas são as vantagens da adoção de banheiros secos, das quais se destacam o enriquecimento da terra, aumentando a fertilização e matéria orgânica, além de afastar parasitas e eliminar necessidade de adubo químico; evita poluição, com redução de esgoto e lixo orgânico; recupera a terra degradada, além de diminuir níveis de erosão no solo.

Palavras-chaves: Banheiro Ecológico, Funcionamento, Vantagens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s