A importância da Administração na Engenharia Civil

Quantas obras você já viu ou ouviu falar que ruíram ou que nunca foram concluídas?  Residências, prédios de apartamentos e obras públicas são as vítimas mais constantes deste mal, cada uma por suas razões, mas que, no final, se resumem a falta de planejamento, um dos principais sintomas da administração deficiente.

safe_image

O Engenheiro Civil  não pode se colocar apenas no papel de construtor ele deve ser empreendedor e saber administrar!

Gerenciar recursos humanos e materiais, cumprir prazos contratuais, atingir os níveis de qualidade estipulados por norma, ter controle financeiro, atingir as metas do cronograma da obra, estão entre outras inúmeras competências que o Engenheiro deve  ter,  todas essas competências se baseiam nos princípios da Administração que são: planejamento, organização, direção e controle, a saber:

Planejamento: consiste em definir objetivos para traçar metas. No caso da obra, definir prazos para o término de cada etapa, prever os recursos financeiros necessários, elaborar os projetos, definir fornecedores e recursos humanos, entre outros.

Three architects sitting at table and discussing paperwork

Organização: preparar processos a fim de obter os resultados planejados, algumas aplicações seriam a organização do layout do canteiro de obras para reduzir desperdícios, a elaboração do cronograma da obra e  a divisão de tarefas.

sustentabilidade-no-canteiro-de-obras-G

Direção: decisões tomadas para que os objetivos relacionados no planejamento continuem alinhados. Esse é um dos princípios mais importantes, o Engenheiro Civil deve estar preparado para tomar decisões rápidas e eficientes diante dos problemas aos quais a obra está sujeita.

principais-problemas-planejamento-obra-construcao-reforma-pedreirao (2)

Controle:  vislumbra todo o processo de planejar, organizar e direcionar, analisando se os resultados foram mesmo os almejados, aí entra o Engenheiro Civil fiscalizador, que busca prever e corrigir erros na obra e em sua execução ao longo de todo o processo.

i327641

A atuação do Engenheiro Civil na Administração de uma obra pode gerar economias de até 25% , entre essas economias estão o desperdício de materiais e mão de obra, sendo assim, é um erro contratar o Engenheiro Civil apenas para elaborar projetos e fiscalizar a construção, este deve estar presente também no gerenciamento da obra. Ou seja, o Engenheiro Civil deve ter tanto suas habilidades técnicas como administrativas aproveitadas na obra.

Fontes: PGCO, MontanheiroEngenharia, Administradores

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s