Sistema Construtivo: Alvenaria Moldada

A alvenaria estrutural tradicional e a construção com paredes de concreto são sistemas construtivos muito utilizados no Brasil. O primeiro, especialmente, é o mais difundido pelo país, consolidado no mercado pela sua tradição e confiabilidade. Contudo, tem como característica a produção artesanal, pouco padronizada, que exige mão de obra cara e períodos prolongados de construção.

Nos últimos anos, no esforço de tornar a construção civil um setor também industrializado e mais eficiente, outros sistemas construtivos foram desenvolvidos, objetivando a diminuição de custos, o aumento da produtividade e a serialização da produção. Um destes sistemas é o da alvenaria moldada, que, de certo modo, une características da alvenaria tradicional e das paredes de concreto para produzir uma construção estruturalmente confiável e econômica e mercadologicamente competitiva.

Desenvolvido pelo engenheiro Sergio Heriberto da Costa e aguardando patente internacional, o sistema, que ainda se encontra na fase de testes, consiste basicamente em “se inserir também tijolos em vez do concreto puro dentro das formas para paredes de concreto moldadas” no local da obra.

Para manter os tijolos organizados, são utilizadas “juntas pré moldadas de entijolamento”, juntas pré fabricadas de concreto que entram no lugar da argamassa aplicada com a colher de pedreiro entre os tijolos. Tais juntas permitem que os blocos sejam assentados corretamente, espaçados um do outro, fecham os furos (evitando que o concreto entre dentro dos tijolos) e possuem espaçadores que mantêm um distanciamento da forma, espaço que será preenchido pelo reboco.

juntas

 

vistasjuntas

Vistas das juntas de entijolamento

Esquema com o posicionamento dos elementos

Após o assentamento dos tijolos e o fechamento da forma, é despejado concreto de alta fluidez, que preenche todos os espaços, recobrindo os tijolos. Respeitado o tempo de cura, as formas são retiradas, expondo uma parede lisa, alinhada, já com o reboco feito.

Vantagens

– Produto semelhante a alvenaria tradicional.

– Industrialização do processo, dispensando o enquadramento manual dos tijolos e constantes verificações do alinhamento.

– Melhor qualidade termoacústica em relação à parede de concreto.

– Redução de 80% no uso de cimento e 20% no custo total da obra, além de diminuição das patologias associadas ao concreto, quando comparado às paredes feitas com o material.

– Rapidez na execução, com a parede, após a retirada da forma, já preparada para receber a pintura.

– As paredes podem ser moldadas já na vertical, no local da obra, diminuindo custos de transporte.

– A construção pode ser moldada inteira, de uma só vez, evitando emendas entre as paredes, proporcionando impermeabilização de melhor qualidade.

Fontes: Sistema Construtivo Alvenaria Moldada, 2º Caderno de Inovações na Construção Civil, Alvenaria Moldada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s