Pato gigante que capta energia solar e pode abastecer uma cidade

enerduck-7_1

Um projeto inovador propõe instalar um pato gigante de 12 metros de altura no porto de Copenhague, na Dinamarca, para captar energia solar. A ideia foi formulada por um grupo de designers e artistas britânicos, o projeto recebeu  o nome “Energy Duck” e será instalado como atração turística no porto de Copenhague, na Dinamarca. A capital pretende neutralizar a emissão de carbono até 2025.

renewable-energy-duck-designboom-03

O projeto tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a preservação do meio ambiente. A estrutura seria construída em aço leve e coberta por painéis solares. Além disso, seria possível visitar a escultura por dentro e observar a paisagem do lado de fora. A iluminação interna durante o dia ficaria a cargo da luz solar, que entraria pelas frestas entre as placas. Já à durante a noite, o trabalho seria executado por lâmpadas LED que mudam de cor.

energy-duck-copenhagen-land-art-generator-initiative-designboom-04

O sistema funcionará da seguinte forma: a energia captada é armazenada na “barriga” do “pássaro aquático”, devido natureza flutuante do projeto, em virtude das diferentes elevações de água dentro e fora do monumento. Quando a energia tiver de ser distribuída, a base do pato é inundada para gerar a eletricidade necessária à transmissão por uma rede elétrica nacional. O caminho é o mesmo usado pelo painel fotovoltaico para produção da eletricidade.

energy-duck-copenhagen-land-art-generator-initiative-designboom-07

De acordo com os testes realizados, o gerador teria rendimento energético de 75% do produzido por uma fazenda solar instalada no mesmo local. A escultura também é adaptável a qualquer situação, e seu tamanho altera a capacidade de abastecimento. Uma estrutura de 40 metros serve uma cidade, uma de 20 metros é suficiente para uma aldeia, uma de 4 metros atende a uma casa individual, e assim por diante.

renewable-energy-duck-designboom-02

Os idealizadores do projeto são os artistas Hareth Pochee, Adam Khan, Louis Leger e Patrick Fryer que desenvolveram o esboço para uma competição promovida pela Land Art Generator Initiative, instituição que tem por objetivo integrar a arte com o design sustentável para criar soluções de energia limpa.

Fonte: Time, CicloVivo, Designboom

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s