Casa Batlló, uma das maravilhas de Gaudí

Antoni Gaudí foi um famoso arquiteto espanhol, considerado o expoente máximo do modernismo catalão, que viveu entre meados do século XIX e início do século XX. Sua obra é considerada fundamental para o entendimento da arquitetura moderna e da Renascença Catalã. A influência das formas da natureza é  muito forte no conjunto da obra arquitetônica dele. Dizia-se um copiador das mais perfeitas formas criadas pelo “grande Arquiteto do mundo”. A geometria, a estrutura, as formas abstratas de seus projetos fazem com que não seja possível classificá-lo em nenhum estilo ou ordem.

A Casa Batlló é um edifício, situado no nº 43 do Paseo de Grácia, na chamada Ilha da Discórdia, num bairro modernista da cidade de Barcelona. Foi reformada por Gaudí entre 1904 e 1906. No local, a casa é conhecida como “A Casa dos Ossos”, devido ao formato dos balcões exteriores, que se assemelham a um crânio.

Fachada Casa Batlló. Fonte: commons.wikimedia.org

Fachada Casa Batlló. Fonte: commons.wikimedia.org

Para esse projeto, Antoni se inspirou na morfologia da fauna e da flora marinha. As formas orgânicas estão por todas as partes e conferem um ar lúdico a esta curiosa casa. No salão principal, o teto parece ter sido esculpido por correntes d’água e, no seu centro, está exposto um belo lustre que lembra uma água-viva.  Já as esquadrias de madeira e vidro são levemente curvadas em formas de onda. Para completar, um corredor formado por um arco catenário com aberturas para entrada de luz indireta confere um clima bastante cênico à passagem entre ambientes.

Interior da casa. Fonte: www.casabatllo.es

Interior da casa. Fonte: http://www.casabatllo.es

A fachada principal, tal como o interior do edifício, captam a atenção do espectador com os inúmeros detalhes e as originais ondulações do telhado e dos balcões, que parecem simplesmente brotar da parede plana. Ela tem uma composição de mosaicos coloridos, balcões com formas orgânicas, uma grande tribuna com pilares que lembram ossos humanos. Para coroar a composição magnífica, há um telhado ondulado com azulejos que lembram escamas de peixe.

Telhado da casa. Fonte: wikipedia.com

Telhado da casa. Fonte: wikipedia.com

Com o intuito de garantir ventilação e iluminação natural aos cômods da casa, o espanhol criou um pátio interno cujas paredes estão revestidas com azulejos que refletem a luz solar. A tonalidade dos azulejos, em diferentes nuances de azul, confere a sensação de que tudo está imerso nas águas do mar. Outro cuidado que ele teve foi o de variar o tamanho das janelas para equilibrar a entrada de luz nos ambientes: nos pisos mais baixos, onde a luz é mais escassa, as janelas são maiores.

Pátio de ventilação. Fonte: ghelpme.blogspot.com.br

Pátio de ventilação. Fonte: ghelpme.blogspot.com.br

 

Confira abaixo uma galeria com imagens dessa surpreendente construção:

Fonte: papodearquitetas, Larissa Carbone Arquitetura, Arquiteturas Fascinantes, BCNarq.com

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s