Jogar Super Mario pode aumentar a sua inteligência

quarta universitaria Mario

Para os amantes de videogames essa é uma ótima notícia: jogar pode contribuir para um aumento considerável do volume da massa cinzenta do cérebro. Incrível não? E essa região do cérebro é a responsável por importantes funções do corpo humano, como o controle muscular, a memória, linguagem e percepção sensorial.

Um estudo realizado na Alemanha por cientistas da Universidade Humboldt de Berlim e o Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano, recrutou adultos para jogarem Super Mario 64, um clássico do console Nintendo 64. Os participantes jogaram 30 minutos por dia durante dois meses.

Os resultados obtidos com esse grupo de adultos foram comparados com outro grupo de controle. Depois de dois meses de experimento constatou-se que o grupo dos participantes do estudo tiveram um aumento significativo da sua massa cinzenta.

Super Mario World

Os pesquisadores afirmam ter analisado através de ressonância magnética áreas onde essa massa cinzenta se expandiu, como no hipocampo direito, no córtex pré-frontal direito e no cerebelo. Mesmo esses nomes não sendo muito populares, essas são partes do cérebro que estão diretamente ligadas a funções cognitivas do órgão pensativo.

Além disso, a pesquisa encontrou evidências que sugerem que o desejo de jogar videogame implica de forma positiva, ou seja, quem jogou e gostou teve um aumento ainda maior da massa cinzenta se comparado ao restante do grupo.

Muito além da simples diversão, cientistas acreditam que os games podem servir como treinamento intensivo para o desenvolvimento de várias habilidades. De acordo com os pesquisadores, este tipo de treinamento pode ser usado no combate a fatores de risco para transtorno de estresse pós-traumático, doenças mentais e neurodegenerativas.

Lembre-se: em excesso pode ser prejudicial!

SNES

Game pode ser usado para o desenvolvimento de novas habilidades

Você deve ter escutado diversas vezes em sua vida a frase: “Tudo em excesso faz mal”. Ela também vale para os videogames. Jogar pode influenciar positivamente o estado emocional dos jovens, a vitalidade, o empenho, a competência e autoaceitação. Esse hábito também está associado a uma maior autoestima, ao otimismo, à resiliência e a relacionamentos saudáveis.

Por outro lado, jogar videogame em excesso, assim como abusar de tecnologias em geral, claramente não é bom para a saúde mental das pessoas, esse mau hábito está associado a efeitos negativos como ansiedade e insônia; além disso, pode levar ao vício, o que prejudica sua vida social como um todo: o relacionamento com os amigos e a família, o seu desempenho no trabalho, e até nos seus estudos.

 Fontes: Exame.com, Hora de Santa Catarina, HypeScience, CanalTech.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s