Obras da linha 4 do metrô no Rio de Janeiro

Por Ariadne Andrade

BC80223BCE3C4A6CB079B86EDF885DEC

Um dos grandes destaques quando se fala em construção civil no Brasil atualmente é a construção do Metrô – Linha 4, pois é a maior obra de infraestrutura viária do Rio de Janeiro, despertando o interesse de toda comunidade.

LINHA-~1A Linha possui seis novas estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, Gávea, São Conrado e Jardim Oceânico) com 16 km de extensão que ligará a Barra da Tijuca, na Zona Oeste, a Ipanema, na Zona Sul. A previsão é de que o metrô transporte mais de 300 mil pessoas por dia e retire das ruas cerca de 2 mil veículos. O trajeto foi detalhadamente estudado para que atendesse ao maior número de passageiros possíveis, sendo que os usuários utilizarão todo o sistema metroviário da cidade com uma tarifa única.

As obras foram iniciadas em junho de 2010 e deverão ser concluídas em 2015. No entanto, os trens só vão começar a operar em 2016 a dois meses do início das Olimpíadas. Confira no link a simulação de como deverá ficar a obra:

Detaques da obra: “Tatuzão”

Assim foi denominado o equipamento que vai perfurar os túneis do Metrô da Linha 4: “tatuzão”. Para os técnicos “Tunnel Boring Machine” (TBM) e para os engenheiros brasileiros “Bárbara” – segundo a tradição na Engenharia de batizar grandes e complexos equipamentos com nomes femininos, uma homenagem à Santa que protege mineiros e trabalhadores que ganham a vida escavando túneis.

Todos esses nomes descrevem uma supermáquina com 2 mil toneladas e 120 metros de comprimento e 11,5 metros de diâmetro (o equivalente a um prédio de quatro andares), capaz de escavar de 15 a 18 metros de túnel por dia, quatro vezes mais rápido que os métodos utilizados anteriormente no Rio de Janeiro. Este é o maior TBM da América Latina e o maior equipamento já utilizado em obras metroviárias no Brasil. Foi desenvolvido na Alemanha e sua grandeza não está apenas nas suas dimensões, mas também em sua tecnologia de ponta.

Para atuar no solo heterogêneo carioca (areia, água, rocha e argila) o equipamento teve que atender a certas especificações. É dotado de dois sistemas de perfuração, um para terreno arenoso e o outro capaz de destruir rochas. Ao contrário do método tradicional, o tatuzão não faz uso de explosivos. Possui a capacidade de escavar galerias sem causar transtorno à superfície, já que trabalha 24 horas por dia silenciosamente e sem trepidação a aproximadamente 12 metros abaixo do solo. Além disso, enquanto escava o ‘Tatuzão’ instala automaticamente anéis de concreto ao longo do túnel, a fim de dar-lhe sustentação.

O equipamento custou cerca de 80 milhões de reais, iniciou a sua fase de testes no último mês e deve começar a escavar em dezembro.

Transmissão de conhecimento

Um projeto denominado Programa Transferência de Conhecimento  (PTC), pretende transferir à alunos que estão concluindo sua formação acadêmica um pouco da experiência profissional de uma obra de grande porte como esta.

“Esta é uma oportunidade ímpar para os estudantes de engenharia e para as empresas também, porque já teremos engenheiros prontos e mais capacitados para o mercado” explica Marcos Vidigal do Amaral, Diretor de Contrato da Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro e idealizador do programa.

A construção da Linha 4 do Metrô é a maior obra de infraestrutura viária do Rio de Janeiro e, por isso, desperta o interesse de muita gente. Para tirar dúvidas, o consórcio Construtor Rio Barra abriu as portas para o público e, desde 2010, já recebeu mais de 2.500 visitantes.

Fontes: Metrô Linha 4, Veja, Governo do Rio de Janeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s