O Bota-fora de Juiz de Fora

Por Camila Goretti

Nos último meses, algumas matérias em um jornal me chamaram a atenção: “Bota-fora leva comunidade a fazer protesto” e  a mais recente: “Bota-fora irregular na Zona Norte”.

O bota-fora na Cidade do Sol, Juiz de Fora, é um local destinado ao descarte de material inerte de construção civil, porém o local acabou se tornando um lixão. Pelo menos foi isso que os moradores afirmam.

Alguns impactos são mais visíveis como a poeira que causa doenças respiratórias e alergias ou o desgaste do solo causado pela intensa circulação de caminhões ou ainda a proliferação de vetores. Outros podem ser imaginados como a contaminação dos lençóis freáticos pelo lixiviado. Além do bota-fora causar impactos ambientais, ele também se tornou um problema de saúde pública. Não se sabe a origem dos resíduos sólidos urbanos presentes no bota-fora, se foram os moradores, ou  a Prefeitura. O mais importante é que o lixo está lá, causando desconforto para a população local e agredindo o meio ambiente. Algo precisa ser feito.

Por isso os moradores do Bairro Cidade do Sol resolveram protestar e exigir atitudes das autoridades públicas.

bota fora 2

A situação irregular do bota-fora já faz mais de um ano, apesar dos protestos serem recentes. Em 17 de agosto de 2012, o parlamentar Flávio Checker fez um pedido de Informação e Requerimento que inquiriam sobre a adequação do referido local para o recebimento de resíduos da construção civil, frente à possibilidade de contaminação do lençol freático existente ali.

Estima-se que cerca de 200 caminhões circulem pelo arredores do Bairro, causando rachaduras nas casas e prejudicando a criação de gado dos moradores que residem mais próximos do local. Toda movimentação de terra acaba provocando o depósito de sedimentos no fundo do curso d’água, diminuindo o escoamento e aumentando o risco de inundações.

A construção do bota-fora teve um caráter provisório, uma medida paliativa, até que a usina de reciclagem fosse finalizada. A construção civil é uma das atividades que mais consome recursos naturais, sendo que o entulho produzido tem grande potencial de reciclagem. O entulho limpo é um material que deveria ser reaproveitado. Assim a usina de reciclagem seria a solução ideal. Porém, pelo que parece, o lixão deve continuar ativo por bastante tempo, considerando que não se tem notícias sobre a usina.

 

bota fora 3Fonte: Tribuna de Minas 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s