Os dez estádios de Futebol mais bonitos do mundo

Por Ariadne Andrade

10º) Arena do Grêmio

A Arena do Grêmio localizado em Porto Alegre, no Brasil, foi inaugurado em 2012. O estádio tem inclinação máxima permitida pela FIFA, o que impossibilita ampliações no futuro. É o maior complexo multiuso da América Latina. Capacidade: 60.540 espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 9º) Emirates

O Emirates Stadium localizado em Londres, na Inglaterra, foi inaugurado em 2006. É considerado o 3º maior estádio da Inglaterra além de ser um dos mais modernos. Capacidade: 60 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

8º) Wembley

O Estádio de Wembley localizado em Londres, na Inglaterra, foi inaugurado em 2007. É o terceiro maior estádio europeu. É um estádio moderno, sustentável e seguro. Seu grande arco de 133 metros o torna inconfundível. Capacidade: 90 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

7º) Estádio Olímpico de Berlim

O Estádio Olímpico de Berlim localizado em Berlim, na Alemanha, foi construído para os jogos olímpicos de 1936, e restaurado para Copa do Mundo de 2006. A cobertura, constituída por membrana têxtil, painéis de vidro e aço, tem como destaque a abertura na região da tocha olímpica. Capacidade: 76 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

6º) Durban

O Estádio Moses Mabhida localizado em Durban, na África do Sul. Seu nome homenageia um dos líderes da luta contra o apartheid. O desenho arquitetônico do projeto nos remete à bandeira nacional sul-africana, com um grande arco que representa a união de um país que por muitos anos sofreu com a segregação racial. Este arco permite aos espectadores subirem ao topo da estrutura, de teleférico, para desfrutar da visão das belas praias de areia branca de Durban. Capacidade: aproximadamente 70 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

5º) Soccer City

O Estádio FNB localizado em Johanesburgo, na África do Sul, foi construído em 1986, mas foi quase que totalmente reconstruído para a Copa do Mundo de 2010. Sua fachada foi inspirada na cerâmica africana, o calabash. Capacidade: aproximadamente 91 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

4º) Aviva Stadium

O Aviva Stadium, localizado na cidade de Dublin na Irlanda, foi inaugurado em 2010. Sua cobertura é constituída de “ondas” de policarbonato que não só proporciona o aproveitamento máximo da iluminação natural no interior do estádio (o nível de transmissão de luz fica entre 84% e 87%), como também não interfere na incidência de luz nos arredores. Sua construção foi pautada nos termos da sustentabilidade. Capacidade: 51.700 espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

3º) Estádio Olímpico de Atenas

O Estádio Olímpico de Atenas, na Grécia, inaugurado originalmente em 1982 foi reformado para as Olimpíadas de 2004. Do ponto de vista arquitetônico, optou-se pela tradição bizantina da arquitetura grega para articular o projeto, já que a os arcos bizantinos eram considerados mais adequados para vencer os grandes vãos de cobertura do Estádio Olímpico. A cobertura do estádio é composta por uma nova estrutura de policarbonato, composta de um par de “folhas” curvadas, que abriga a superfície de 25 mil m2. Capacidade: aproximadamente 71 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

2º) Allianz Arena

O Estádio Allianz Arena localizado em Munique, na Alemanha, foi inaugurado em 2005. Sua fachada é constituída por mais de mil painéis em formatos de diamantes, assim o estádio pode mudar de cor conforme o mandante do jogo: vermelho para o Bayern Munique, azul para o Munique 1860 e branco com a Seleção Alemã de Futebol. O estádio conta ainda com um complexo ecológico e excelentes vias de acesso que possibilita uma evacuação em aproximadamente 15 minutos. Capacidade: 71 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1º) Estádio Nacional de Pequim

O Estádio Nacional de Pequim, na China, foi construído para as Olimpíadas de 2008. O “Ninho de Pássaro” como é conhecido tem sua arquibancada recoberta por um emaranhado aparentemente aleatório de vigas e treliças metálicas que simulam os gravetos que formam um ninho. Possui características sustentáveis com um sistema de reaproveitamento de águas da chuva e um sistema de bolhas de ar nos espaços livres que regula o vento, água e luz no interior do estádio aumento sua eficiência. Capacidade: 91 mil espectadores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fontes: Revista Techne, Dibico, Esportes Discovery, Piniweb, Metálica, Engenharia Construção, Guia da semana,  Esportes Terra, Viagem Reino Unido, Portal 2014, Gmp architekten,   Arena poa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s