Diário de Bordo – A importância do Networking

petnoborders311

Julia, correspondente especial do PET Civil diretamente de Londres

Julia, correspondente especial do PET Civil diretamente de Londres

Olá, pessoal! Depois das excelentes dicas de seleção dadas pelos próprios entrevistadores das empresas, hoje vou compartilhar um pouquinho mais do que estou aprendendo por aqui.

Você sabe o que é networking? Certamente já ouviu falar, e sabe que é algo relacionado a conhecer pessoas. Mas será que é só isso?

Por definição, “fazer networking é a atitude de conhecer, apresentar e recomendar pessoas” (Você S/A). Mas longe de ser uma mera atividade, networking é um comportamento, que busca conectar você a outros profissionais e empresas, promovendo assim um fluxo constante de oportunidades.

Isso não quer dizer que você deve ir a qualquer evento, pintar um sorriso e distribuir cartões de visitas a todos no recinto. Networking também é quem você conhece na fila do cinema, na aula ou na lavanderia, e como fazer o melhor dessa conexão.

Assim definiu Lisa Porter, experiente executiva e networker assumida, em uma palestra a estudantes da Universidade de Brunel.  Mais uma das atividades do Centro de Carreira e Estágios daqui é promover workshops gratuitos para os estudantes, afim de prepará-los para a selva, digo, o mercado de trabalho que os espera.

E é esse mercado de trabalho em constante mudança que torna ainda mais importante ter uma boa rede de contatos. Ninguém faz negócios com pessoas desconhecidas ou que não confiam. E digo mais, ninguém vende suas habilidades ou sua empresa melhor do que você. Essa colocação é especialmente verdadeira no Brasil, onde o tão famoso Q.I. abre muitas portas (Quem Indica, e não Quociente de Inteligência, só para recordar).

Networking diz respeito a construir relações. E nunca é cedo demais para fazer contatos em sua área de interesse. O professor que você conheceu hoje em um congresso pode vir a te indicar para um excelente cargo daqui a alguns anos. O seu colega de classe pode dar a dica de um curso na sua área que você não ficou sabendo. Você pode ser recomendado para um evento de grande importância e restrito acesso por um amigo de infância, por exemplo. E seus contatos ainda podem apresentá-lo aos contatos deles, aumentando ainda mais sua rede. Mas para que isso aconteça, é necessário iniciar o relacionamento e, também importantíssimo, alimentá-lo.

A todo o momento temos a oportunidade de conhecer pessoas novas. Mas a forma mais fácil de iniciar contatos profissionais é através de eventos. Pode ser o coffee break de uma palestra (novidade: esse é a real função de um coffee break), o coquetel de um congresso, a confraternização da sua empresa ou faculdade, etc. Nessas ocasiões, o seu primeiro cartão de visitas é sua aparência. Ir bem arrumado, de acordo com o código de vestimenta do evento é o mínimo exigido. Não ostentar jóias demasiadamente grandes,  gravatas chamativas ou perfumes muito fortes também são detalhes fundamentais. Sua roupa jamais deve chamar mais atenção do que suas ideias.

Antes de qualquer ocasião desse tipo, é importante ter em mente que tipos de pessoas você quer conhecer e os resultados que espera. Você procura representantes de companhias onde pensa em trabalhar? Possíveis orientadores para um doutorado? Profissionais com quem debater recentes avanços na sua área? Ter uma meta clara do tipo de contato que você busca o poupará tempo na hora de escolher o evento e o assunto. Pesquisar sobre as pessoas de seu interesse (especialmente quando elas vem de diferentes países/culturas) garantirá mais confiança na hora de iniciar um diálogo.

Evento PET também é networking!

Evento PET também é networking.

Redes sociais, como o LinkedIn e Facebook, que exibem nosso histórico e nossos interesses, podem facilitar bastante o estabelecimento de novos contatos. Por isso, devemos manter sempre nosso perfil atualizado, e, especialmente, tomar muito cuidado com o tipo de informação que tornamos pública. No especial sobre etiqueta corporativa do Blog, disponibilizamos dicas práticas sobre como valorizar sua imagem no mundo virtual.

Além de criar conexões, a segunda parte do networking é mantê-los. Isso pode até parecer banal, mas um simples cafezinho para colocar o papo em dia faz uma grande diferença.  “Você não deve procurar uma pessoa de seu meio profissional apenas quando está precisando de um favor. O importante, na realidade, é que você estabeleça uma relação mútua com ela, uma troca. “, lembra Adriana Gomes, consultora de carreiras.

Lisa Porter deu ainda muitas outras dicas sobre como iniciar uma conversa, apresentar-se e conduzir diálogos. Falou da importância da nota de agradecimento no dia seguinte e deu exemplos de como o networking abre portas. Mas isso ficará para um outro momento.

Refletindo hoje sobre as palavras de Lisa, me recordo de muitas oportunidades de conhecer pessoas que poderiam ter sido melhor aproveitadas. Logo, fica a seu cargo, caro leitor, tirar o melhor proveito das informações acima e procurar relacionar-se mais e melhor.

Recomendação: Conexões para o Sucesso. Revista VOCÊ S/A.

Anúncios

Um pensamento sobre “Diário de Bordo – A importância do Networking

  1. Pingback: PET Sem Fronteiras – Como aproveitar ao máximo o seu intercâmbio | PET Engenharia Civil - UFJF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s