Empreendemia e engenharia

quarta-universitaria4

Estudar engenharia não significa, necessariamente, trabalhar na área depois de formado. Segundo um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), feito em 2009, seis em cada dez engenheiros atuam em outras funções que não seja a engenharia. Isso quer dizer um total de 158 mil profissionais deixando de trabalhar na área.

Esse grande número está relacionado à valorização desses profissionais em áreas diversas como economia e consultoria, que se dá pela boa formação na universidade e que traz ao engenheiro boa capacidade de solucionar problemas, de pensar em processos e lidar com números.
empreendemia

Um ótimo exemplo dessa formação diferenciada que trouxe bons resultados é a Empreendemia, rede social que reúne pequenas e médias empresas e possibilita o contato entre possíveis clientes e fornecedores.

Criada em 2009 por Mauro Ribeiro, formado em Engenharia da Computação, e Millor Machado e Luiz Alberto Piovesana, ambos Engenheiros de Controle e Automação, a Empreendemia facilita o dia-a-dia de pequenos empresários, que podem criar um perfil no site e expor seus produtos e serviços, abrindo oportunidade para negócios. Os usuários podem também avaliar empresas e têm acesso a ferramentas gratuitas de gestão, com orientação de fluxo de caixa e estratégia de negócios.

Atualmente, a rede social já conta com mais de 23 mil empresas cadastradas, e recebeu um aporte financeiro da Inova Ventures Participações (IVP), grupo de investidores de Campinas, formado por empresários com interesse em startups de tecnologia.

Abaixo, uma entrevista com Gabriel Costa, Engenheiro de Alimentos pela Unicamp e Consultor de Negócios da equipe da Empreendemia.

Gabriel Costa

Gabriel Costa

– Você considera que a engenharia ajudou no trabalho da Empreendemia?
Sim. Nós já discutimos aqui algumas vezes sobre a importância do curso de engenharia, e a conclusão interessante a que chegamos é que trabalhamos sim com engenharia, mas não diretamente com Alimentos ou Controle e Automação.

Isso porque engenharia é construção de alguma coisa. E isso a gente faz o dia inteiro. Construção de um sistema, construção de novas funcionalidades, análises do sistema, etc. Não usamos os conhecimentos de Cálculo I diretamente (não surgem integrais esporádicas pra gente resolver), mas conseguimos entender várias coisas usando conceitos básicos de cálculo, estatística, etc. Antes, até o meio do curso eu era meio cético em relação a real utilidade de se aprender cálculos, físicas, resistência dos materiais, termodinâmica, etc. Hoje eu entendo a importância e tento lutar contra um pouco da ignorância que calouros têm (e eu tinha também) porque só mais pra frente você consegue ver como tudo está conectado, mesmo que de uma forma não direta.

– Em quais aspectos a engenharia contribuiu na vida e na empresa de vocês?

Eu acredito que a engenharia nos contribuiu em 3 principais aspectos:

1 – Desenvolver pensamento mais objetivo e analítico – Isso foi feito através de toda a base do curso com contas, cálculo, provas, etc. Esse é um tipo de pensamento muito importante para qualquer empresa. Geralmente em exatas há uma resposta correta ou exata para tudo, enquanto em humanas ou biológicas não. Isso faz com que a gente seja muito objetivo em muita coisa, inclusive em relação a resultados da empresa.

Mas só pra polemizar um pouco, esse tipo de pensamento nem sempre é bom. Ao lidar com clientes ou usuários do nosso sistema, por exemplo, não existe matemática. Várias análises ajudam, mas entende-lo é algo bem sutil e que não tem resposta bem definida como na engenharia. Por isso, eu acredito que uma boa equipe precisa ter pessoas de cada um desses perfis.

A equipe da Empreendemia. Da esquerda para direita: Luiz, Gabriel, Millor, Mauro, Lucas, Rafael

A equipe da Empreendemia. Da esquerda para direita: Luiz, Gabriel, Millor, Mauro, Lucas, Rafael

2 – Aprender a estudar/ser autodidata – Eu não sei se essa é uma particularidade da Unicamp (eu acho que não), mas apesar de os professores serem muito bons, de um modo geral eles não querem facilitar a vida. Então o sucesso depende um pouco da sua habilidade: tanto de estudar da forma correta, quanto em aprender as coisas sozinho.

Esse é o fator que mais contribuiu para a nossa empresa. Nós somos engenheiros que trabalham com internet, desenvolvimento e publicidade. Tudo nós tivemos que aprender sozinhos. Nosso aprendizado de alguma nova tecnologia ou conceito é muito rápido e corremos muito atrás. Muita coisa que começamos, pouquíssima gente no Brasil sabe muito bem porque vamos “longe” pra estudar.
Lemos muita coisa do Vale do Silício, de autores, empresários e universidades que são referência no assunto. Temos até entrevistas com alguns deles no nosso blog porque realmente corremos atrás de tudo.

Aliás, o Saia do Lugar (nosso blog) só prova isso de novo. A maioria do conteúdo de lá são coisas que estudamos e aprendemos ao longo dos anos e vamos registrando lá pra todo mundo. E felizmente faz maior sucesso.

Sócios fundadores

Sócios fundadores

3 – Conhecer pessoas boas – na verdade isso poderia ter acontecido em qualquer curso, e no nosso aconteceu mesmo. Saber aproveitar esse momento de faculdade para construir relações para o futuro é muito importante.

Eu tenho dó às vezes de algumas pessoas que não querem se misturar muito, porque no final elas quem estão perdendo oportunidades. Não só de trabalho, mas de aprender coisas diferentes, ter novos amigos, etc.

Concluindo, obviamente nem tudo é útil. Eu mesmo estudei muito microbiologia e química e acho que as ligações de carbono não vão me ajudar muito a partir de agora. Mas não tem problema. Pelo fato de eu ter estudado isso, minha cabeça já é bem diferente. Eu precisei aprender isso pelo menos uma época, e foi só mais uma forma de aprender a estudar algo diferente.

Estudar cálculo é diferente de estudar microbiologia, que é diferente de termodinâmica. Depois que eu aprendi a estudar cada uma delas, estudar qualquer coisa hoje em dia é moleza!

Fonte: FCDL/SC, Exame, Empreendemia, R7
Colaboração: Gabriel Costa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s