Diário de bordo – Dicas de entrevistas pelos próprios entrevistadores!

Julia, correspondente especial do PET Civil diretamente de Londres

Julia, correspondente especial do PET Civil diretamente de Londres

Olá, pessoal! Estou de volta com muitas dicas da terra da rainha (agora com neve!).

Há pouco tempo tivemos a feira de carreira e estágios da Universidade de Brunel. É um evento muito esperado e, importante ressaltar, muito bem organizado.

A universidade possui um Centro de Carreira e Estágios, uma espécie de departamento especial que promove palestras e cursos, divulga vagas, dá apoio aos iniciantes e mantém um contato direto com empresas, que por sua vez oferecem oportunidades frequentemente. A feira (gratuita) é só mais uma das atividades organizadas pelo Centro, e nesse outono registrou um recorde de mais de 2000 visitantes, que lutaram contra o tempo ruim para se reunir com mais de 50 recrutadores. Rolls Royce, Johnson & Johnson, Microsoft, Samsung, GE, Phillips e muitas outras companhias de peso vieram em busca de novos talentos.

Logo na entrada cada estudante recebeu um livreto com uma breve descrição das empresas presentes, relação de vagas divididas por cursos e dicas de perguntas aos empregadores, como por exemplo: “que tipo de experiência vocês valorizam?”, ou “o que eu posso esperar de um estágio de férias na sua empresa?”, ou ainda “que tipo de habilidades vocês prezam no currículo de um candidato?”.

Brunel Placement Faire

Ainda, como parte da semana especial de carreira, tivemos palestrantes convidados por professores. Cada professor disponibilizava cerca de 1h de aula, dando lugar a um profissional que vinha falar de sua empresa ou dar dicas para conseguirmos o cargo dos sonhos. Dois palestrantes se destacaram: o chefe de RH da empresa de projetos Buro Happold, John Flexman, e o entrevistador da empresa de construção civil Clancy Docwra, cujo nome eu cometi a gafe de não anotar.

O Blog do PET Civil já disponibilizou dicas de currículo e estágio para iniciantes, mas posso afirmar que nada se compara ao ponto de vista do homem sentado do outro lado da mesa. Por isso, fique ligado nas dicas desses dois experientes recrutadores:

Antes de iniciar o processo de candidatura, faça seu dever de casa:

  • Pesquise e entenda o que a empresa faz. Se você gosta de solos e fundações, será que uma empresa de software de cálculo estrutural é a melhor opção? 
  • Aprenda sobre a visão e os valores da companhia. Você se identifica com eles? Para ser feliz na carreira, não tenha o salário como principal parâmetro.
  • Decorar nomes e datas geralmente não é necessário.
  • Se ainda tiver dúvidas, ligue e agende uma visita. Isso demonstra iniciativa e atenção da sua parte, enquanto aproveita para conhecer o ambiente de trabalho de sua, digamos, futura empresa.

Inscrição e currículo:

FamilyDiagram (1)

  • “O que você já fez que interessa a nós? Eu não quero saber há quantos anos você pedala, ou que você faz um chá excelente.”, disse o entrevistador da empresa de construção.
  • Descreva suas habilidades que se destacam, sempre atento ao ramo da empresa e ao cargo que almeja.
  • Não se preocupe com a falta de experiência. O seu avaliador reconhece que você está iniciando sua carreira. Ainda, mentes frescas e novas perspectivas são muito valorizadas em qualquer empresa séria.
  • Adicione, quando possível, contatos de referência.
  • Nunca minta“.

Entrevista:

  • Chegue para a entrevista aparentando que você quer o emprego. Eu sou apenas humano, então primeiras impressões contam.
  • Apresente-se! O enviado da Clancy Docwra contou que é impressionante o número de candidatos que, por puro nervosismo, se esquecem de se apresentar.
  • Saiba o que você quer. Dizer que simplesmente quer um emprego naquela empresa não contará pontos ao seu favor.
  • Se for requerido que você faça uma apresentação, atente ao tempo – se o limite é 10 minutos, não apareça com 50 slides. Seja direto e conciso, fale claramente e faça uma boa conclusão. Os avaliadores não estão interessados no assunto sobre o qual você discorre, mas em como você transmite a mensagem.

job interview

Não precisa roer as unhas:

    • Certo, “não ficar ansioso” é um conselho difícil, mas saiba: o entrevistador está tão nervoso quanto você! Ele está prestes a gastar milhares de reais em um excelente ou péssimo profissional baseado em uma entrevista de 30 minutos. 

E concluindo com as palavras de John Flexman: “O verdadeiro segredo para conseguir qualquer emprego é trabalhar duro e ser apaixonado pelo que faz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s