9 PROJETOS PARA FICAR DE OLHO EM 2013

Com um número cada vez maior de moradores nas áreas urbanas, vemos as cidades atingindo tamanhos sem precedentes. Em 2030 a expectativa é de que a população urbana seja de 5 bilhões de habitantes. Dessa forma, são também maiores os desafios que temos que enfrentar como, problemas ambientais, sociais e econômicos, cuja solução irá requerer diversas modificações na infraestrutura das cidades. Sendo assim, são apresentados diversos mega projetos que irão redefinir a forma do espaço em que vivemos. Veja alguns dos projetos que já estão em andamento:

9 – Chengdu Great City, China

Chengdu

O pretensioso projeto é de autoria de Adrian Smith + Gordin Gill Architecture, os mesmos responsáveis pelo Kingdom Tower (prédio que deve atingir 1 quilômetro de altura). A intenção é construir no subúrbio de Chengdu, uma cidade inteira com capacidade para 80 000 habitantes.

A “Great City” reunirá um grande número de moradores em uma pequena área de 1,3 quilômetros quadrados, o que significará uma densidade populacional de cerca de 61,538 pessoas/km². Contudo, o grande número de pessoas não será um problema já que não serão utilizados carros no interior da cidade, devido ao seu tamanho reduzido será possível cruzá-la em apenas 15 minutos dispensando a necessidade de automóveis. A cidade será construída nos arredores de uma área agrícola já existente e será circundada por um cinturão verde de 1,9 km² de extensão, formado por fazendas e parques. Espera-se que a cidade tenha um consumo de energia muito inferior ao de outras de tamanho similar, consumindo 48% a menos de energia, além de 58% a menos de água, 60% menos dióxido de carbono e 89% menos lixo.

A construção da Chengdu Great City começou no fim de 2012 e espera-se que seja finalizada até 2021. Se for bem-sucedida, a China pretende repetir o modelo na periferia de outras cidades.

8 – Konza Technology City, Quênia

Konza

Konza está sendo planejada para ser uma das cidades de maior sucesso da África, capaz de competir economicamente e culturalmente com as melhores cidades do mundo. Ela ficará próxima a Nairobi, a maior cidade do leste africano. O objetivo é que Konza estimule o desenvolvimento econômico não somente do Quênia, mas de todo o seu arredor. Em uma área de 5 000 acres (cerca de 20,2 km²) a cidade será capaz de abrigar 185 000 moradores.

A ênfase do seu programa de desenvolvimento será a oferta de empregos de alta remuneração principalmente na área de tecnologia de informação. Haverá um distrito comercial central que oferecerá oportunidades de emprego para a população, além disso, espera-se que as indústrias de tecnologia proporcionem 82 000 empregos. Na área da educação a cidade também será destaque, com uma universidade com capacidade para 1500 estudantes. A cidade será conectada diretamente ao aeroporto de internacional de Nairobi por meio de uma ferrovia de alta velocidade.

A primeira fase do projeto será iniciada em janeiro de 2013 e estima-se que a cidade esteja pronta em 2033.

7 – Oyala, Guiné Equatorial

Oyala

No meio da floresta tropical surge Oyala, a nova cidade deverá abrigar 160 000 pessoas em 20 000 acres (cerca de 80.9 km²) e será também a nova capital. O país é a Guiné Equatorial, localizado na costa oeste da África. Dos 700 000 habitantes, 155 000 vivem na atual capital Malabo. O problema é a localização de Malabo, que é situada sobre uma ilha, ficando extremamente suscetível a ataques marítimos dos diversos grupos de rebeldes que vem, supostamente, tentando derrubar o presidente Teodoro Obiang, desde que ele assumiu em 1979. Após a frustrada tentativa de golpe que sofreu em 2004, o presidente decidiu pela criação de Oyala.

A população da Guiné Equatorial deveria estar entre uma das mais ricas do mundo, porém o lucro proveniente da extração de óleo e madeira não chega até eles obrigando a maior parte da população a viver com menos de um dólar por dia. A expectativa de vida mal chega a 55 anos. Ainda sim, Oyala será repleta de luxos como um zoológico, um jardim botânico, centros esportivos, entre outros. Embora alegue-se que a cidade está sendo construída de forma a atender as necessidades dos seus futuros habitantes, sua real função é servir ao presidente Obiang e seu isolamento territorial reflete o distanciamento do governo em relação à população.

A construção já está em andamento e espera-se que esteja completamente finalizada até 2020.

6 – Tor Bella Monaca, Italy

krier_roma1_zoom-650x365

Localizada no subúrbio de Roma, Tor Bella Monaca foi projetada para substituir um complexo de conjuntos habitacionais por uma nova comunidade com 40 000 residentes. O projeto, de autoria de Leon Krier, segue os conceitos do Novo Urbanismo, movimento que procura resgatar padrões de desenho urbano tradicionais, principalmente anteriores à inclusão do automóvel.

Os prédios terão cerca de 4 andares de altura e as ruas serão livres de carros, permitindo aos moradores e visitantes, uma experiência completamente utópica nos dias de hoje, a de andar sem a interferência dos veículos. Os prédios públicos serão alocados em praças e as demais ruas irão permear os blocos. O novo urbanismo polariza as opiniões e não é possível prever como será sua aceitação pelos futuros habitantes.

O projeto já está em andamento e os primeiros blocos devem estar prontos em 2014.

5 – Olympic Park Redevelopment, Londres

Olympic

Os investimentos multimilionários em infraestrutura necessários para promover os jogos olímpicos são muitas vezes encarados com controvérsia, isso porque muitas das estruturas construídas para o evento, são abandonadas após sua realização. Contudo, Londres, a mais recente anfitriã dos jogos pretende mudar esta situação. Após o término das Olimpíadas de 2012 a cidade vem promovendo um ambicioso plano para reestruturar as áreas construídas para o evento, aproveitando os investimentos e revitalizando a região leste da cidade. Para alcançar esse objetivo foram elaborados diversos projetos de pequena escala que já estão em andamento.

Uma nova região metropolitana será criada, chamada Stratford City, serão construídas 350 unidades residenciais, hotéis, uma creche, entre outras estruturas para atender a comunidade. A Vila dos atletas dará lugar a 2 818 unidades residenciais, das quais cerca de 1 379 serão vendidas a preços populares. Ao sul do estádio olímpico, a empresa fabricante de móveis IKEA também está erguendo um novo bairro, o Strend East que terá cerca de 1 200 moradias. Além destes, outros projetos estão previstos, como: criação de quatro novos bairros comerciais e residenciais; construção do centro tecnológico East London Tech City que incluirá uma nova universidade; criação de um parque urbano com jardins, áreas verdes e uma grande praça; uma central de energia e a adaptação das instalações esportivas para uso dos residentes locais.

A estimativa é de que a primeira fase do projeto esteja concluída ainda em meados de 2013, e as áreas adicionais deverão ser concluídas até o início de 2014. Porém, o projeto completo só deve ser finalizado em 2030.

4 – Hudson Yards, Nova York

Hidson

O Hudson Yards é uma região localizada na parte oeste de Manhattan, acima do West Side Yard (estação ferroviária). O projeto, denominado Hudson Yards Redevelopment Project, vem sendo desenvolvido desde 2001 pela Autoridade Metropolitana de Transportes da cidade de Nova York, e seu objetivo é revitalizar toda área ao longo do rio Hudson. Atualmente o West Side Yard é utilizado como um depósito a céu aberto para as linhas ferroviárias que atendem às periferias da cidade, provocando um grande isolamento de algumas ruas em relação ao restante da cidade.

 O programa de desenvolvimento incluirá a construção de 15 arranha-céus sob as linhas férreas, as torres serão ocupadas por uma grande variedade de serviços, incluindo 5000 unidades residenciais, hotéis, escritórios, e outras instalações comerciais. A linha 7 do metrô de Nova York está sendo estendida para atender a região, e passará a ir do seu atual terminal na Times Square até o Hudson Yards.

Assim que o projeto for finalizado, 30 000 pessoas irão trabalhar e 10 000 irão residir no bairro. A construção já esta em andamento, espera-se que a expansão da linha 7 do metrô seja concluída até 2014 e a primeira fase do programa de desenvolvimento até 2017.

3 – Toronto Lower Don Lands, Canadá

toronto

A maior cidade do Canadá, Toronto, prosperou devido ao seu centro financeiro, e foi capaz de superar o declínio da atividade industrial. Atualmente, cidade encontra-se superlotada, possui o maior número de edifícios em construção na América do Norte e recebe todo ano mais de 100 000 novos moradores. Agora, os portos da cidade, que até então estavam abandonados enquanto o restante da cidade crescia, voltaram a ganhar atenção e fazem parte de um grande esquema de desenvolvimento. A primeira fase do plano consiste em transformar uma área de 1 214 km² na parte leste de Toronto, a região que é subutilizada deve dar lugar a uma comunidade dinâmica e multifuncional.

A concepção do projeto é de autoria da Michael Van Valkenburgh Associates e ele vem sendo liderado pela Waterfront Toronto (organização que administra projetos de revitalização ao longo das margens do lago Ontario na cidade). Serão criados 12 500 novas unidades residenciais e mais de 0,28 km² de escritórios, estabelecimentos comerciais e hotéis. Uma série de parques públicos irão interligar a vizinhança. Novas linhas férreas irão conectar a área diretamente à linha principal de Toronto e à estação principal.

A primeira fase do projeto será parte da Vila dos Atletas a ser utilizada para os jogos Pan/Parapan Americanos de 2015. Simultaneamente, outro projeto, o desenvolvimento do East Bayfront criará outras 6000 novas residências e gerará 3000 empregos.

A construção de parte do ambicioso plano já começou, mas não se espera que sua conclusão ocorra antes de 2030.

2 – Songdo, Coréia do Sul

songdo

Songdo está em construção na costa ocidental da Coréia do Sul, a cidade segue o conceito de “Ubiquitious City”, o que significa que contará com aplicação maciça de tecnologia. Seu custo será de 35 bilhões de dólares, e ela terá capacidade para 75 000 habitantes. Além disso, 300 000 pessoas irão transitar pela cidade todos os dias.

A tecnologia desempenhará papel fundamental na funcionalidade da cidade, cada casa, comércio e escola possuirá uma tela TelePresence instalada, permitindo chamadas de vídeo instantâneas através da cidade. Sinais enviados pelos carros irão notificar os controladores de tráfego sobre congestionamentos e a coleta de lixo será feita por meio de canos que direcionarão o lixo diretamente aos depósitos.

A construção de começou em 2010 está prevista para ser concluída até 2016.

1 – Masdar City, Emirados Árabes Unidos

Masdar-City

A pretensão é de que Masdar City seja completamente abastecida por energias renováveis. Na cidade não haverá automóveis e ela funcionará de acordo com as políticas de zero-carbono e zero-desperdício. O transporte será feito por meio do sistema público ou de um sistema rápido de transporte pessoal. Quando estiver concluída, Masdar ocupará 6 km² e terá capacidade para abrigar 6 000 pessoas, possuirá 1500 estabelecimentos comerciais incluindo uma grande quantidade de indústrias de tecnologia ambiental. A cidade de Masdar irá ainda reintroduzir as tradicionais técnicas construtivas do Oriente Médio e dos desertos africanos, como uma parede que circundará o perímetro urbano de forma a afastar o calor e a areia e também terá ruas estreitas para aumentar a sombra e a circulação de ar fresco.
A parte inicial já está em construção e deve estar pronta até 2015, enquanto o projeto completo deve ser finalizado até 2025.

Fontes: Urban Times

Anúncios

Um pensamento sobre “9 PROJETOS PARA FICAR DE OLHO EM 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s