A rua mais verde da América

Com um projeto que engloba diversos recursos sustentáveis, a cidade de Chicago mostra como uma via pública pode contribuir para um melhor ecossistema urbano, promover o desenvolvimento econômico e ainda melhorar a segurança e usabilidade dos seus usuários. A chamada “Rua mais verde da América” (The greenest street in America) é a primeira  fase de um projeto de mais de três quilômetros de extensão. A intenção é que sejam criadas “Ruas completas”, que terão diversos mecanismos ecossustentáveis divididos em oito áreas de atuação, tais como manejo de águas pluviais, redução do gasto de energia, reciclagem, entre outros.

Este é reconhecidamente o maior investimento do país em que tamanha quantidade de recursos sustentáveis foi implantada uma única via urbana e seu custo gira em torno de 14 milhões de dólares. As vias beneficiadas serão a Blue Island Avenue e a Cermak Road. No total a obra terá mais de três quilômetros de extensão, mas somente um pequeno trecho já está em funcionamento.  Além dos benefícios ao meio ambiente haverá também melhoria da infraestrutura e economia ao longo do tempo. As frentes de atuação serão:

Reciclagem de material e inovação: Esta é a primeira rodovia comercial com aplicação de cimento fotocatalítico, o qual limpa a superfície da rodovia e remove o gás de óxido de nitrogênio por meio de uma reação catalítica impulsionada pelos raios ultravioleta. Foram usados também pela primeira vez no pavimento das ruas e calçadas outros materiais alternativos como concreto feito com 30% de conteúdo reciclado, pavimentação asfáltica recuperada, escória, borracha de pneus e tecnologia de mistura quente (processo de produção de concreto asfáltico).

Quanto à reciclagem, mais de 60% do material não utilizado durante a obra foi reciclado e mais de 23% de todo material novo usado é proveniente de fontes recicláveis.

Manejo de águas pluviais: O projeto desviará em média 80% da água de chuva anualmente para um sistema de esgoto combinado interligado à bioswales (canais rasos escavados em um declive suave para direcionar a água da chuva), jardins de chuva (depressão rasa onde são plantadas plantas de raízes profundas e gramíneas), pavimentos permeáveis e bueiros.

Foi feita uma parceria entre o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Econômico e escolas públicas de Chicago para a criação de duas praças públicas que permitirão a infiltração de águas pluviais (inclusive água proveniente dos telhados da Juarez Community Academy)

Eficiência hídrica: Será eliminado o uso de água potável para irrigação do solo. Também serão introduzidas 95 espécies de plantas nativas tolerantes à seca nas bioswales e canteiros de infiltração.

Redução de energia:

Luminária movida a energia eólica

Haverá redução de 42% do gasto de energia na rua por meio do uso de uma iluminação que diminua a poluição luminosa (que causa o efeito de ofuscar a luz das estrelas).

Serão instaladas as primeiras luminárias permanentes movidas por energia solar ou eólica e os primeiros postes de luz de LED de Chicago.

Será feita a aplicação de uma camada extremamente fina de concreto que contribuirá para o aumento da durabilidade do pavimento e  da reflexão de raios solares.

Redução do efeito das ilhas de calor /qualidade do ar: A instalação de pavimento com maior capacidade de reflexão de radiação solar reduzirá o efeito de ilhas de calor. É previsto também um aumento de 131% de cobertura vegetal nas vias para diminuir a temperatura. Além do uso de diesel com baixas taxas de enxofre para veículos empregados na construção (Ultra-low sulfur diesel).

Comunidade e educação: O desenvolvimento da identificação da comunidade com o projeto será feito por meio de quiosques educativos, panfletos, e um livro de orientações em inglês e espanhol que conterá de informações sobre as  práticas sustentáveis usadas no projeto.

Transporte alternativo:

Ciclovia

Serão instaladas ilhas de proteção aos pedestres e extensão para as esquinas ao longo da via para aumentar a segurança dos pedestres.

Será feita também a instalação de quase um quilômetro de ciclovias na Blue Island Avenue e haverá melhoria dos pontos de ônibus com sinalização, cabines e iluminação.

Monitoramento e avaliação: Será realizado o monitoramento do manejo de águas pluviais para garantir seu desempenho e determinar formas de manutenção. Serão feitos testes de qualidade do ar para analisar os impactos da fotocatalização na qualidade do ar. Prevê-se ainda o desenvolvimento de um protocolo de manutenção juntamente com a comunidade para que se propague a responsabilidade de continuidade da mudança em outras áreas da cidade ao longo de um período de 2 anos.

O Departamento de transporte de Chicago está a frente do desenvolvimento e implementação de uma ótima infraestrutura urbana, usando vias públicas para criar espaços sustentáveis.  Cerca de um quarto da superfície da cidade, das ruas e vielas tem o potencial de economizar energia, coletar água e até algumas vezes serem neutras em carbono (sem aumentar a quantidade de carbono liberada na atmosfera).

A previsão é de que estas diretrizes sejam implantadas no ano que vem, ajudem a ampliar os benefícios ambientais das “Ruas Completas” e criem uma cidade onde todos os habitantes sejam beneficiados por uma melhor qualidade de vida sem esgotar nossas fontes naturais.

Veja a reportagem da inauguração da rua: 

Fonte: City of Chicago

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s