Diário de Bordo – A França além dos monumentos

Olá leitores do Blog do PET Civil, sou Fernanda, petiana egressa e atualmente estou na França fazendo intercâmbio através do programa Ciências sem Fronteiras. A partir desse mês serei uma das correspondentes internacionais do blog. Estou muito feliz por poder compartilhar com vocês um pouco das minhas experiências e espero que vocês também gostem.

Então, eu vou começar falando um pouco sobre como cheguei aqui e depois sobre as primeiras coisas que aprendi.

O Intercâmbio

A oportunidade de fazer um intercâmbio no exterior veio através do programa Ciência sem Fronteiras, que é um programa que busca promover a consolidação e expansão da ciência e tecnologia e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio de estudantes de graduação e pós-graduação. Há várias formas de se ingressar no programa, (veja: Ciência Sem Fronteiras). Eu me inscrevi através das 40 bolsas (cotas) que foram disponibilizadas para minha universidade. Para isto, foi preciso ter em mãos o certificado de proficiência em francês (Delf A2).

Após isso a Universidade encaminhou minha inscrição ao CNPQ (que gerencia o sistema de cotas) que fez a análise do pedido. Depois de aceito, além de comemorar, é preciso correr atrás de várias documentações, como o contrato da bolsa, visto, pré-inscrição na instituição de destino, etc. Todo este processo demanda certo tempo, por isso é preciso se programar com antecedência.

A bolsa disponibilizada pelo programa Ciências sem Fronteiras contempla mensalidade, auxílio-instalação, passagens aéreas e seguro saúde e os valores variam de país para país (veja: Valores de Auxílios e Bolsas). Atualmente há cerca de 12910 bolsistas participantes e é possível descobrir onde nós estamos (veja: Bolsistas pelo mundo). Ah claro, me esqueci de dizer, eu estou na Universidade de Cergy-Pontoise, e a partir de agora vou falar um pouco sobre como é a vida aqui.

Cergy e a divisão territorial francesa

Cergy, é uma comuna francesa, localizada no departamento do Val-d’Oise e região Ile-de-France (12). A França é dividida em 26 regiões das quais 22 estão na França metropolitana e são subdivididas em 100 departamentos, em cada departamento há cidades ou comunas (aglomerados de pequenas cidades, ou vilarejos). Eu moro em Neuville Sur Oise que é um vilarejo tipicamente residencial, para ir ao supermercado ou ao banco é preciso ir a Cergy Prefecture (que fica a 3 minutos de trem) onde há um centro comercial com shopping, banco, correio, padaria etc. Uma das coisas que achei diferente neste início são as vilas pois, no Brasil, por menor que seja a cidade, ou até mesmo o bairro, sempre há um ‘centro comercial’ com padaria, açougue, lojas, supermercado, etc. Mas aqui acho que não há essa necessidade, pois com o trem tudo fica perto. Outra diferença é que nas cidades tudo parece muito bem planejado, sinalizado, limpo, e não há muitas pessoas na rua.

Eu moro em uma residência universitária muito aconchegante, com mais 180 estudantes (cada um em seu apartamento), a residência fica do lado da estação de metrô e na mesma rua da universidade. Assim como eu, há muitos estrangeiros vivendo aqui. É comum você entrar no metrô e ver pessoas conversando em chinês, árabe, polonês, ou então mulheres usando véus. Por isso parece que as pessoas já estão acostumadas com os estrangeiros, e são muito gentis, então isso tira um pouco o frio na barriga de conversar em francês e fazer amigos.

Residencia Universitária Neuville

Residências Neuville

Para finalizar gostaria de falar um pouco sobre os meios de transporte aqui. Usa-se o metrô para ir a todos os lugares, e é muito rápido e prático. Demora apenas 40 minutos para ir de Cergy a Paris por exemplo. As linhas de metro são dividida em 8 zonas circulares,  Paris fica na zona 1 (centro), as cidades mais próximas da 2, 3 e assim por diante, Cergy e Neuville ficam na 5. É possível comprar um cartão que dá acesso livre as zonas que você deseja. Isso vale muito a pena, pois você paga uma vez e pode viajar quantas vezes quiser dentro das zonas que comprou e ainda pode viajar para qualquer zona no fim de semana de graça. Para exemplificar o passe da zona 4 e 5 custa 314 Euros (validade de 1 ano) sendo que o bilhete de Cergy para Neuville custa 1,5 Euros e o bilhete para Paris 5,5 euros.

Outra coisa legal são as bicicletas. Há pontos de locação em todas as cidades (mesmo nas vilas como Neuville) e é possível alugar por dias ou semanas. No Brasil eu sei que as cidades maiores já estão começando a fazer isso, mas aqui já está bem difundido e há ciclovias por toda a parte.

Bem por hoje é só, espero que tenham gostado. Até a próxima postagem.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Diário de Bordo – A França além dos monumentos

  1. Olá Fernanda

    Gostei mt de sua postagem, e se vc me permitir , gostaria de fazer algumas perguntas sobre a bolsa do ciência sem fronteiras, pois estou procurando e não estou encontrando algumas informações.

    O Auxilio instalação é fornecido com que frequencia? é mensal ou é dado apenas uma vez?
    A mesma pergunta vale para o auxilio material didático.

    Agradeço desde já

    • Olá Soany, tanto o auxilio instalação quanto o material didático e também o Seguro Saúde são fornecidos apenas uma vez. A única coisa que recebemos mensalmente é a bolsa. Os valores que recebi estão ai:

      Mensalidade: EUR 870,00
      Seguro-Saúde: EUR 840,00 (parcela única)
      Material Didático: EUR 767,00 (parcela única)
      Auxílio Instalação: EUR 997,09 (parcela única)
      Auxílio Deslocamento do trecho

      Neste link você pode encontrar outras informações: Informações de apoio ao Estudante no Exterior

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s