Centro Aquático de Londres

Mesmo antes do início dos próximos jogos olímpicos, que ocorrerão este ano em Londres, diversas obras já chamam a atenção. O Centro Aquático de Londres, criado por Zaha Hadid ficou pronto em julho do ano passado e desde então já vem despertando a curiosidade e o interesse devido à sua arquitetura audaciosa. A arquiteta inspirou-se na geometria da água em movimento para criar uma cobertura cheia de curvas e ondulações que adequa-se ao cenário do local onde ocorrerão as competições de natação e saltos ornamentais. Segundo ela a cobertura servirá para “garantir fluidez ao projeto e se enquadrar ao entorno”.

Na estrutura foram utilizadas cerca de 2,8 mil toneladas de treliças metálicas de aço e alumínio, que, segundo o diretor do projeto foi a quantidade mínima necessária para assegurar a estabilidade do edifício. Toda a estrutura do telhado foi montada no chão, antes de sua instalação sobre os pilares. Para sustentar a fundação foram colocadas aproximadamente 2,4 mil estacas e, depois, foram construídos os três pilares que sustentam a estrutura da cobertura.

Ao todo, o telhado possui 160 m de extensão e possui um enorme vão livre no centro, sendo revestido por 11 mil m² de painéis de alumínio. Uma dupla curvatura geométrica foi usada para gerar uma estrutura parabólica em arco que cria as características únicas do telhado que ondula-se diferenciando os volumes das piscinas de competição e de mergulho. Ao todo são três piscinas, duas de 50 m, sendo uma principal, e outra de 25 m, construídas no eixo longitudinal da estrutura, seguindo a direção da cobertura.

Durante as Olimpíadas o ginásio acomodará 17,5 mil pessoas, graças a plataformas de arquibancadas provisórias, que serão retidas após os jogos. Com o término do evento, o espaço nas laterais, que atualmente conecta as duas instalações de arquibancadas, será fechado com vidro para garantir a iluminação natural e a capacidade será reduzida para três mil pessoas. Dessa forma, ele poderá continuar sendo usado para atender à comunidade local.

A construção durou aproximadamente três anos, sob custo de US$ 438 milhões e foi inaugurada 1 ano antes da data de início dos jogos!

Fontes: EA – Arquitetura e Engenharia, PINIweb

Anúncios

Um pensamento sobre “Centro Aquático de Londres

  1. Pingback: Olimpíadas de Londres – conheça as principais construções « Pet Civil – UFJF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s