Etiqueta Corporativa – Parte 2 – Vestuário

Continuando nosso assunto sobre Etiqueta Corporativa, aqui vão mais dicas sobre o comportamento em ambiente de trabalho (que também valem para aulas, entrevistas, viagens…)

A expressão “a primeira impressão é a que fica” é inquestionável na vida profissional, no entanto, saber manter essa primeira impressão é mais importante ainda. É necessário que se transmita uma imagem de solidez, discrição, seriedade e credibilidade o tempo todo. As regras podem variar bastante de acordo com o lugar e área de atuação, mas, independente de mais ou menos formal, todos os ambientes requerem comportamentos básicos.

As noções de etiqueta ultrapassaram a fronteira dos restaurantes e jantares e se aplicam em muitos setores da sua vida profssional. Beber além da conta, vibrar com o toque do seu time de coração no celular, usar uma roupa exagerada em plena segunda-feira às 15h. Tudo isso pode comprometer sua imagem no ambiente de trabalho, se você não estiver atento. Mesmo assim, mantenha a calma. Algumas situações a que somos expostos todos os dias podem parecer traiçoeiras, mas a mais fiel aliada da etiqueta corporativa ainda é o bom senso.

Professora do curso online de etiqueta empresarial, da Catho Online, Maria Elisabeth Farina Guirao defende que a forma de vestir-se no ambiente de trabalho é uma ferramenta do marketing pessoal que contribui decisivamente para a formação de uma imagem de profissionalismo e credibilidade. “O traje formal que mais transmite esses valores é o terno e gravata para os homens e terninhos e tailleurs para as mulheres. No entanto, dependendo da profissão, a pessoa pode vestir-se menos social e mais esporte, desde que seja de forma discreta, harmônica e que transmita seriedade.”

Observar o código de comunicação da empresa, ou seja, como as pessoas se vestem, também é a dica da professora Margareth Bianchini, diretora da MBianchini Assessoria Empresarial. Para ela, perceber se o ambiente é mais informal ou formal, e se a gravata e o paletó são utilizados de segunda à sexta-feira dá parâmetros para o colaborador saber como deve se vestir. Mas, mesmo assim, a professora alerta: “independente deste código, ambiente de trabalho, como o próprio nome diz, é para se utilizar roupas de trabalho e não de passeio.”

Tailleur

Mulheres:

Evite: saltos muito finos e altos; a sandália rasteirinha ou muito aberta; excesso de acessórios, muitas pulseiras, muitos anéis e brincos muito grandes; camiseta, quando estiver acima do peso, já que marca o sutiã e deixa a mostra as gordurinhas; decotes; transparências; microssaia; roupas muito justas; cintura baixa; calça de moletom e de ginástica; fendas, maquiagens muito pesadas; alças de sutiã a mostra; camiseta e vestido de um ombro só e tomara que caia.

Esmaltes diferentes demais são inadequados e chamam mais atenção do que suas ideias. Para ambos os sexos, evitar calças jeans surradas demais, customizadas demais, justas demais. O jeans que vai deixá-lo bem na fita em qualquer circunstância é o bom e chique jeans clássico.

Homens:

O homem deve mostrar, sempre, que está em dia com a higiene pessoal, e dar preferência a tecidos que caiam bem e não amassem com facilidade. O ideal é que a roupa tenha, no final do dia, o mesmo aspecto que tinha pela manhã. A camisa deve ser social, com a manga um pouco dobrada, para ficar um ar mais jovial, e não pode ser muito aberta. O cabelo deve estar sempre limpo, bem cortado e arrumado. As roupas devem estar sempre impecáveis: limpas, livres de manchas e bem passadas, com as bainhas firmes e todos os botões.

Evite: barba por fazer; bonés, chapéus, camiseta regata; tênis; gravatas chamativas; jeans rasgado, desfiado e desbotado; chinelos de dedos.

Vestuário Masculino

E, finalizando, um pequeno toque que pode fazer grande diferença. Ao escolher um traje, não deixe de refletir se sua opção é algo adequado à sua faixa etária. Nada mais esquisito e meio desajustado do que olhar para gente madura vestida como adolescente. Todas as idades têm seu charme e seu encanto — descubra o que de fato valoriza você e se enquadra mais à sua geração.

Fontes: Aprenda as regras básicas de etiqueta corporativa | Portal Carreira & Sucesso , Artigos Você S.A. – Célia LeãoCATHO EDUCAÇÃO EXECUTIVA, Jornal da Metodista

Anúncios

3 pensamentos sobre “Etiqueta Corporativa – Parte 2 – Vestuário

  1. Pingback: Etiqueta Corporativa – Parte 3 – Internet « Pet Civil – UFJF

  2. Pingback: Etiqueta Corporativa – Parte 3 – Internet « PET Engenharia Civil – UFJF

  3. Pingback: Diário de Bordo – A importância do Networking « PET Engenharia Civil – UFJF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s