Anara Tower, Dubai surpreende novamente

Um ano de blog!

Anara-Tower---Amazing-Architecture-1

Dez entre dez arquitetos sabem que Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, é o país mais provável para transformar devaneios arquitetônicos em manchetes de jornal. Esta semana, o anúncio de um projeto do escritório britânico Atkins Design Studio ajudou a confirmar a merecida fama de uma cidade turbinada (sem trocadilhos) por petrodólares e milhões de turistas ao redor do mundo.

Trata-se do Anara Tower, um arranha-céu de 645 metros de altura inspirado na turbina de um avião. Com início das obras previsto para abril de 2009, a edificação vai abrigar residências, escritórios, um hotel e até mesmo galerias de arte em seus 27 andares.

Anara-Tower---Amazing-Architecture-3Como seria de se imaginar em um mundo cada dia mais consciente dos danos ecológicos provocados pela ação do homem, o colosso já nasce engajado em causas ambientais: os seus arquitetos responsáveis esperam que o projeto obtenha a certificação “prata” no Leed (The Leadership in Energy and Environmental Design), sistema criado em 1998 que fornece um conjunto de normas para avaliar o “grau de sustentabilidade” de uma construção.

O esforço é fazer da estrutura não apenas um símbolo da inventividade humana, como também uma inspiração no quesito ‘consciência ambiental’ para futuros projetos a serem desenvolvidos nos planos nacional e internacional – a julgar pelos imensos jardins suspensos presentes em todos os pavimentos.

No total, serão 300 apartamentos de alto luxo com piscinas e elevadores privativos, 250 quartos de hotel, um número ainda não divulgado de escritórios e, para completar, áreas reservadas para 125 lojas. É no topo do arranha-céu, no entanto, que a construção se diferencia das demais. No formato de uma gigantesca turbina – moldada para ser prontamente reconhecida no céu de Dubai – o topo do Anara Tower carregará em seu centro uma estrutura de vidro ovalóide, comportando no interior um restaurante cinco estrelas.

De acordo com o escritório Atkins, a inspiração para um design tão ousado vem dos minaretes, as torres de uma mesquita. Esses antepassados dos faróis e arranha-céus, tão comuns na tradição islâmica, carregam ainda hoje o legado arquitetônico de um povo fortemente marcado pela religiosidade e pela inquietude com que, a todo o momento, busca superar os limites da própria engenharia.

Para os que maravilham o mundo com projetos deste calibre, um ás na manga é sempre um quesito obrigatório. No caso da torre, a promessa da apoteose deve vir em forma de luz: holofotes dispostos na parte inferior da circunferência iluminarão o restaurante e as “hélices”, permitindo um show de cores e formas.

Embora não divulgado, estima-se que o valor do investimento não saia menor que as medidas da torre. Ou seja, nas alturas. Mas resta um consolo: no dia da inauguração, a silhueta de uma turbina irradiando luz por toda Dubai vai ser um espetáculo impagável para bilhões de pessoas na Terra.

Anara-Tower---Amazing-Architecture-4

Texto de Sylvio Quadros, Portaldoarquiteto.com

Mais fotos: http://www.pics-site.com/2010/11/08/anara-tower-amazing-architecture/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s