Sunken Bridge

Que tal transitar abaixo da superfície d’água, ao ar livre, sem se molhar? Uma inusitada e discreta ponte de pedestres no Fort de Roovere divide águas em um lago calmo e silencioso.

Assim como esse, uma série de fossos e fortalezas foram construídos sobre a região dos países baixos durante o século XVII, com o intuito de proteger os Países Baixos da invasão de França e Espanha. O fosso é fundo o suficiente para que seja impossível atravessar marchando, mas, ao mesmo tempo, muito raso para que qualquer embarcação de grande porte conseguisse navegar por ele.

Cessadas tais ameaças, o forte foi aberto aos turistas. Seria inapropriada, porém, a construção de uma ponte elevada no projeto do forte. A solução encontrada foi um design discreto, quase imperceptível a longas distâncias, graças ao efeito proporcionado pelo nível da água, que chega até a borda da ponte.

projeto

Acompanhando os desníveis do terreno e construída em madeira, a “Ponte Moisés” foi revestida com Accoya, um tipo de madeira que passa por um processo de modificação atóxico que ajuda a prevenir a degradação por fungos, aumentando sua durabilidade da estrutura. Como uma represa, as paredes da ponte seguram as águas do fosso e como Moisés, a ponte permite aos visitantes caminhar por entre as águas.

Para ampliar, clique na imagem:

Fonte: Megacurioso, Dezeen, Davi dairey, Inhabitat