TOP 5: Pontes mais belas do mundo

Ponte é uma construção feita para interligar ao mesmo nível pontos não acessíveis, como aqueles  separados por rios, vales e outros obstáculos naturais ou artificiais. Apesar de ser uma obra complexa de Engenharia, elas permitem reunir utilidade e beleza no seu projeto, assim como os romanos preocupavam-se sempre com o caráter funcional e prático de sua notável arquitetura.

Do antigo ao moderno, o post de hoje reúne as cinco pontes mais belas do mundo.

1. Ponte Chengyang, China

Ponte Chengyang. Fonte: Revista Viajar

A Ponte Chengyang, concluída em 1912, tem cerca de 65 m de comprimento e 10 m de altura. Ela é coberta com o intuito de proteger os transeuntes da chuva e do vento. Construída apenas com pedras e peças de madeira encaixadas, essa bela construção tem três andares, quatro vãos, dezenove varandas e, no seu interior, painéis talhados em madeira.

2. Tower Bridge, Inglaterra

Tower Bridge. Fonte: weheartit.com

Essa ponte-báscula inaugurada em 1894 é um dos principais cartões postais de Londres. Suas torres com estilo Vitoriano Gótico parecem com os fortes escoceses da Idade Média. Além de belíssima, a ponte tem grande importância para o tráfego londrino e é uma das principais travessias do Tâmisa. Suas básculas têm um moderno sistema eletrônico que substituiu o antigo mecanismo a vapor.

3. Helix Bridge, Cingapura

Helix Bridge. Fonte: Revista Viajar

A Ponte Helix é uma passarela de pedestres inaugurada em 2010, que liga o Marina Centre ao Marina South na área nobre cingapuriana da Marina Bay. Projetada para atrair turistas e servir como ponto de encontro local, essa ponte tem arquitetura arrojada que lembra a a dupla hélice da molécula de DNA e dá um ar futurista à construção. Sua localização estratégica, próximo a um dos mais modernos resorts do mundo – o Marina Bay Sands,  permite que ela funcione como um belo mirante.

4. Ponte Langkawi Sky, Malásia

Ponte Langkawi Sky. Fonte: Engenharia Portugal

A Ponte Langkawi Sky foi inaugurada em 2004. Ela é bastante peculiar, pois é inteiramente suportada por um pilar de 87 metros e 8 cabos de aço. Com 125 m de comprimento e 1,80 m de largura ela surpreende os visitantes com duas plataformas triangulares que permitem desfrutar de uma belíssima paisagem. Localizada a 700 m acima do nível do mar, seu acesso é efetuado através de um teleférico.
5. Infinity Bridge, Inglaterra

Infinity Bridge. Fonte: CollabCubed

A Inifnity Bridge é uma passarela de pedestres e ciclistas inaugurada em 2009, que possui 240 m de comprimento, 5 m de largura e 40 m de altura. Ela recebe este nome porque o seu belíssimo arco forma com o seu reflexo o símbolo do infinito. A noite, essa ponte fica ainda mais interessante. Uma série de luzes azuis iluminam as laterais da passarela e essa iluminação muda de cor quando alguém se aproxima.

Fonte: Panoramio, Decolar.com, Carlos na China, Wikipedia, London Architecture ,  Trip Advisor, Man Abroadgalleryhip.com, Fica em Forma,  Hypennes,, Architecture, Deviant Art

X Olimpíada de Engenharia Civil da UFJF- Pontes de Papel 2014

LOGO-PONTE-FIM-1024x560 (2)

Na última quarta-feira, dia 19 de novembro, ocorreu na Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora ( UFJF) a X Olimpíada de Engenharia Civil. edição esta que se tornou ainda mais especial por coincidir com aniversário de 100 … Continuar lendo

As 10 maiores pontes sobre água salgada do mundo

10683301_715989301828566_523503903_o

Nesse ano de 2014 a tradicional Olimpíada de Engenharia Civil do PET Civil UFJF completa 10 anos desde sua primeira edição, quando ainda se chamava Concurso de Estruturas. Há uma década o Concurso visa avaliar pontes feitas de diversos materiais, principalmente … Continuar lendo

Rochas inteligentes vão impedir que pontes caiam

010180140708-rocha-inteligente

 

Para realizar o monitoramento de pontes, pesquisadores da Universidade de Ciência e Tecnologia de Missouri, nos Estados Unidos, desenvolveram o que eles chamam de “rochas inteligentes”.

As rochas inteligentes são estruturas de formato esférico que foram projetadas para serem despejadas nas fundações das pontes e no leito dos rios ao redor da construção.

A erosão é uma  das principais causas de colapsos de pontes, nesse processo o fluxo da água leva embora o solo do leito do rio, criando buracos ao redor dos pilares.

O formato arredondado das rochas inteligentes é  justamente para que estas rolem para o interior das  fossas que se formam ao redor dos pilares,mantendo assim o engenheiro continuamente informado sobre a sua profundidade, que é o maior indicador de risco para a estrutura da ponte.

“É um conceito simples, mas muito útil. As rochas inteligentes seguem o rastro da progressão da erosão – conforme ela se aprofunda, as rochas também mergulham mais e mais para o fundo,” explica o professor Genda Chen, que desenvolveu o projeto com seus colegas David Pommerenke e Rosa Zheng.

Rochas ativas e passivas

Os pesquisadores estão testando três abordagens para as rochas inteligentes: passivas, ativas e semiativas.

As rochas inteligentes passivas possuem um ímã que pode ser lido por um magnetômetro remoto, permitindo uma medição de profundidade.

010180140708-rocha-inteligente-1

As rochas inteligentes ativas possuem um aparato eletrônico completo, incluindo sensor de pressão, giroscópio, temporizador, indicador de bateria e identificador individual, transmitindo dados através de comunicação sem fios.

As rochas inteligentes semiativas incluem um ímã de rotação livre, que pode ser controlado com circuitos eletrônicos apropriados.

Todas as rochas são recobertas com uma camada de cimento, para suportar os rigores do ambiente.

O grupo  está se preparando para retirar do rio os primeiros protótipos que eles lançaram ao redor de duas pontes e ver como a estrutura se comportou e qual será a estimativa de sua vida útil.

No caso das rochas inteligentes ativas, suas baterias duram até 10 anos.

Fonte:  InovaçãoTecnologica